Como sempre lembramos este dia de forma especial, para assinalar a pessoa que nos é querida, pelo esforço e pela mão com que nos transporta sempre, com o objectivo de nos guiar.

É desta forma que vejo o meu pai, que apesar de todos os "defeitos" e "virtudes" é sempre meu amigo e está sempre lá, sei que posso contar com ele.

Mas nem sempre todos os filhos e filhas têm este apoio, alguns já nem a presença têm, e aí sinto uma nostalgia que me aperta o coração!

Porque ser pai é uma tarefa que vale a vida toda, e requer  muito empenho e dedicação!

Sinto-me muitas vezes, a maior parte do tempo mãe e pai!

A compensação é que tenho dois filhos lindos!!

 

sinto-me: Enriquecida
publicado por Ana às 15:15