Estou assim, nem lá nem cá, não sei para onde vou, sei de onde vim e não quero voltar, só ainda não percebi o meu medo de mudar, e porque me custa tanto aceitar novas etapas...

A realidade é que me custa ver com olhos de ver o que fui o que tive e o que serei, caminho sem grande ânimo e prespectiva, mesmo quando a multidão me diz "segue, que vais no bom caminho". Não é estupidez  nem falta de bom senso é cansaço e como até à data não me deslumbrei, sinto-me a vaguear.... mais não digo!

Há dias assim, mesmo com o mar aqui ao lado.

Não me apeteçe sorrir, mas vou tentar como sempre!

 

 

sinto-me: a tentar
publicado por Ana às 14:42